“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Bolachas de Alfazema

12 comentários

Cheiram a alfazema, aos campos quentes do Alentejo e a férias em Estremoz.

Compradas na Mercearia Gadanha.

DSC02226

DSC02235

DSC02231

Nos tempos em que vivemos, parece que a única motivação (nossa e dos outros) só pode ser o dinheiro.

Essa desconfiança também prevalece nos blogs.

Se se refere uma marca ou um produto, é porque se recebe ou se pretende receber algum benefício.

Muitas vezes, é verdade. Outras não.

E agora sinto um estranho pudor em partilhar as pequenas descobertas que todos nós fazemos e que gostamos de contar aos nossos amigos.

Mas como acho que os colegas da Mara não devem condicionar-me os actos, avanço.

Anúncios

Autor: Frasco de Memórias

https://frascodememorias.wordpress.com

12 thoughts on “Bolachas de Alfazema

  1. Olá! Bom, parece que um destes dias quando for a Portalegre terei que dar um pulinho até Estremoz…Esta mercearia é espetacular! Beijos
    Virgínia

    • É mesmo! E quem sabe se não vais encontrar compotas Frasco de Memórias 😉 Estou a brincar mas era uma boa ideia. A nossa loja está para breve… Beijinhos, Ana.

  2. Fazes bem em partilhar algo que gostas, sem sentir constrangimentos, pois um blogue acaba por espelhar um bocadinho de nós e dos nossos gostos, sem interesse, para além do nosso. Que aspecto maravilhoso! Ai, se eu não estivesse tão longe, ia já experimentar! Beijinho

  3. Gosto muito de alfazema (até tenho em vasos em casa) mas nunca me atrevi a usá-lo em culinária por achar que o sabor deve ser demasiado intenso (e por me lembrar sabonetes que, apesar de maravilhosos, não me remetem para nada de comestível!). Desta vez, fiquei com vontade de provar. Fiquei mesmo!

    • São uma experiência nova e extremamente agradável para o palato. Nem nos lembramos que também são de alfazema os ambientadores e os sabonetes. Também tenho um frasco cheio de sementes de alfazema à espera do momento de usá-las na cozinha… Ana

  4. Ana,
    Vi essas maravilhas…e fui buscar bolachas torradas ! 😦
    Mais uma boa razão para ir a Estremoz !
    Bj
    José

    • Bolachas torradas? 😦 😦
      Estas bolachas de Sousel existem em muitas variedades e, juntamente com o queijo e o azeite, justificam uma visita a Estremoz. E era a oportunidade de entrar no café Águias d´Ouro. Beijo, Ana.

  5. Ana,

    Eu sei… que nada tem a ver …
    Mas de momento ,apenas tinha as “ditas” torradas… 😦
    Uma infelicidade !
    É mesmo.Tenho que voltar a Estremoz !
    Bj
    José

    PS- e as amêndoas de Portalegre ? Há anos visitei a fábrica e adorei.

    • Um bolo baixinho com maçã, açúcar amarelo e canela. Tradicionalmente, um bolo dos pobres mas de que gosto muito. Sobretudo se for caseiro. Aliás, só se for caseiro 😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s