“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

No céu

14 comentários

Vivo na aldeia há três anos.

Há três anos que espero acordar com o canto dos passarinhos.

Não era suposto ter um despertador melodioso?

A um quilómetro da minha casa eles voam e são tão estridentes que até chegam a incomodar a minha Mãe.

E ouvem-se cucos, pica-paus, rouxinóis.

E aparecem melros, poupas, pegas, pardais e até rolas que a Beatriz alimenta com a Avó.

Pelo meu pátio, nem um pardalito.

Ou seguiram já viagem para os países quentes.

em viagem

Ou passam o dia em casa da minha Mãe e vêem o meu pátio como subúrbios, aonde só vêm dormir.

pássaros a dormir

E eu continuo a suspirar por grandes concertos que não chegam.

pássaros a ensaiar

Pesquisei sobre estes habitantes do céu: sentem-se atraídos por locais com água fresca, comida, árvores, sol e sombra.

Talvez ande a falhar na primeira parte…

Os pássaros dos meus sonhos foram raptados do blog da ilustradora Anna Castagnoli, Le Figure dei Libri.

Anúncios

Autor: Frasco de Memórias

https://frascodememorias.wordpress.com

14 thoughts on “No céu

  1. Ana, uma graça essa postagem. Você precisa descobrir os segredos da sua mãe para conseguir ficar amiga dos pássaros, rs…rs.
    Um beijo,
    Manoel

  2. Curiosamente, bem no meio de Lisboa, tenho um cantador madrugador que me acorda todos os dias ao raiar do sol com várias melodias. Só estraga o barulho dos carros e do eléctrico a passar. 😦

  3. Ana

    Extra post,

    Com ou sem passarinhos …é um doce do céu !
    Um pecado ! 🙂
    Olha,foi aberto quando o Ronaldo marcou o 2º golo de Portugal e por isso fica ” Doce de Abóbora com Nozes / Amêndoas” e Ronaldo.
    Queres mesmo sinceridade ?
    Então,é o melhor doce que já provei !
    Muitos parabéns ! Muitos parabéns,mesmo !!!
    Vou repensar as minhas prendas de Natal .
    Se achares conveniente a minha pontuação para os dois ( 0 a 20 ) é só pedires.

    Parte 2,

    O teu post, está muito engraçado.
    Essa agora…todos em casa da tua mãe e na tua ?
    Só pode ser… teres um sono “mais pesado ” !

    Beijo

    José

    • José:

      Fiquei muito contente. Mesmo, mesmo contente 🙂
      Ganhei o dia!

      Dou sempre o meu melhor mas fico sempre com receio que não agrade…
      Agora estou aqui toda confiante e feliz.

      Obrigada por teres feito a apreciação dos doces. É muito importante para mim.

      Quanto aos pássaros, acho que andam mesmo desaparecidos daqui, mas também me lembrei hoje que os meus inquilinos não devem ser propriamente amistosos com eles: os gatitos.

      Beijo,

      Ana

  4. Oi, Ana, meu pai tinha o dom com os pássaros. Eles simplesmente chegavam perto dele, ele cuidava e os soltava. Eu sempre acompanhei meio à distância, morro de medo de pássaros, embora adore toda a euforia que eles trazem. As casas onde morei sempre tiveram muitos deles, inclusive nessa atual conto com ninhos de maritacas bem barulhentas em meu telhado. Apesar do medo, eles sempre trazem um pouco do meu pai de volta. Beijo!

  5. Engraçado para mim estar a ler-te sobre esse tema: pássaros. Moro em Moema, região arborizada de São Paulo onde os pássaros cantam as três e meia da manhã. Ao lado há o Parque do Ibirapeura e, acredite, está acontecendo uma sonora reclamação de alguns moradores por causa do som dos pássaros dentro da madrugada. Por isso achei engraçado, já que considerei um absurdo a reclamação de certos senhores e senhoras por aqui. São Paulo é uma cidade de ruídos. Barulhenta e as pessoas reclamam dos pássaros cujo canto na madrugada, para mim, é uma música deliciosa. As vezes fecho os olhos, fazendo uma pausa nos livros, apenas para ouví-los…

    bacio

  6. Lindo post!! Adorei as ilustrações e a prosa 🙂
    Mas devo dizer que vivo no campo há uns anos, sempre com direito a cantilenas matinais. O ano passado mudei-me para uma casa 10 metros ao lado da antiga. E uma das coisas que gosto na mudança é não ter pássaros a acordar-me (nem às crianças) às 6h da manhã com o seu lindo chilrear. Melhorou substancialmente o meu humor durante o dia 😛

    • Pois acredito 🙂
      Às seis da manhã nem o chilreio dos passarinhos é agradável…
      Vê-los aos pulinhos e a voar, nesse caso, é o suficiente 😉

  7. Pingback: 132: Starts with Klee’s Painting. Ends with Book Illustration. | Almofate's Likes

  8. Pingback: Cantos |

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s