“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Verde

4 comentários

Nos últimos três anos atravessei diariamente os campos do Mondego.

Via o coração de Montemor-o-Velho e sentia-me protegida.

coração Montemor

Apesar do cansaço de duas horas diárias de viagem, enchia os olhos de verde.

Maiorca Cegonhas

E ouvia as crónicas da Antena 1.

À Sexta-feira, Gonçalo Cadilhe falava de viagens, grandes viagens solitárias pelo mundo.

Até que as crónicas emudeceram e começaram as mudanças.

Tudo porque outro cronista, o jornalista Pedro Rosa Mendes, referiu que Angola precisava de importar respeitabilidade.

Acrescentou outras verdades que caíram mal a quem tem interesses muito respeitáveis em Angola.

Até que há pouco tempo estalou o verniz desta amizade entre Angola e Portugal e já não se sabe bem quem é que precisa de importar respeitabilidade.

Portugal arquivou o processo que investigava o vice-presidente de Angola: nada se sabe acerca da transferência misteriosa de 14000 euros para a conta deste político. Uma prenda de Natal…

Arquiva-se e pede-se desculpa pelo desacato.

A bem da nossa digestão, regresso a Gonçalo Cadilhe.

Num programa sobre viagens de comboio, o viajante referiu os melhores carris e as mais belas paisagens.

E, como figueirense que estudou em Coimbra, apontou (também) o percurso Figueira-Coimbra: os campos de arroz, as salinas da foz e as recordações douradas da juventude.

Todas estas razões fazem deste percurso um dos mais bonitos que eu conheci.

Quilómetros de um verde de tal forma luxuriante que durante duas horas esquecia indigestões e restabelecia o meu lugar, enquanto ser humano, no Mundo.

Maiorca

Anúncios

Autor: Frasco de Memórias

https://frascodememorias.wordpress.com

4 thoughts on “Verde

  1. Ana,

    Não morar perto do local de trabalho tem as suas vantagens !
    Já trabalhei mesmo aqui, 2 minutos de casa…e não gostei.
    Resolvi voltar a concorrer e voltar a efectivar na minha escola de Lisboa.
    Prefiro as minhas viagens matinais pela marginal…custa levantar mais cêdo…mas é bom ir acordando ao lado do mar,com calma !
    Achei graça às tuas referências a programas de rádio …eu também vou ouvindo as notícias,música…chego a Lx e bebo um café…compro o jornal , acaba por ser muito mais calmo para mim.
    E não é um tempo mal gasto …acho que é tempo em que vou pensando em muitas coisas da vida e que não conseguia “utilizar ” sem fazer estas viagens.

    Bom Natal, Ana !

    Um beijo,

    José

    • José,

      melhor do que um percurso pelo verde só mesmo um percurso pelo azul.
      E é verdade, outra das vantagens das viagens é que nos permite pensar.
      Feliz Natal!

      Beijo,

      Ana

  2. Um percurso sensacional, muito melhor que levar 2 horas presa num trânsito insano. Aproveito para te desejar um Natal muito feliz e um 2014 repleto de boas surpresas, com muitas descobertas e alegrias. Beijo grande!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s