“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

De mão dada

21 comentários

Duas frases de homens.

Duas celebrações do Amor.

Apanhadas por Pedro Mexia.

«A única regra segura nesta matéria é tratar sempre com uma mulher, e nunca com as mulheres.

«Mulheres» é um termo depravado; tenho-o usado repetidamente neste capítulo, mas soa-me sempre a canalha.

É um termo que cheira a cinismo e hedonismo oriental» (Chesterton).

«Gostar de mulheres» é, de facto, uma banalidade um pouco canalha; mas «gostar de uma mulher» é um acontecimento.

fotos com a namorada

Damiel (Bruno Ganz) descobre o amor de uma mulher e torna-se humano: «Agora sei o que nenhum anjo sabe».

As fotografias são do fotógrafo russo Murad Osmann: andou pelo mundo e fotografou-o, de mão dada com a namorada.

Descobri-o aqui.

Anúncios

Autor: Frasco de Memórias

https://frascodememorias.wordpress.com

21 thoughts on “De mão dada

  1. Ana,
    Concordo ! ” Gostar de Mulheres ” soa a depravado e a algo de canalha.Cheira a uso .
    Gostar de uma mulher,é algo muito especial e muito bonito.
    Acho que gostar de pessoas já é diferente.
    Mas nada pior que a decepção – alguém com quem nós contruímos uma vida,ser muito diferente do que aparentou durante muito tempo.Muitos anos !
    Nada pior que a decepção !
    Mas eu gosto muito de muitas pessoas.
    Olha Ana e gostei muito do teu post !

    Um beijo,
    José

  2. É mesmo isso, José: gosto de pessoas!

    Lidar com a decepção é sempre uma luta (diária).

    Um bom dia e um beijo,
    Ana

  3. Magníficas! Tanto as frases que dizem tudo, como as fotos que tudo dizem! Um brinde ao amor. Beijinho

  4. Lindos pensamentos e fotos, Ana! Beijo

  5. Ana, que interessante essa postagem. Orienta bem o como se posicionar para certas situações. Concordo com o “mulher” ou “mulheres”. Muda bem o conceito mesmo. Muito bom, Ana.
    Um beijo

  6. Adoro este trabalho do Murad Osmann. é lindo, delicado e revela um grande amor. Adorei este post dobre o dia de são Valentim. ;)Beijinhos

  7. Ana,
    Que tal o mercado de hoje ?
    Viste pratos ?
    Com sol… mais gente ?
    Beijo
    José

    • Olá, José!

      O mercado das velharias estava reduzido: os alertas do mau tempo afastaram algumas pessoas, mas esteve uma manhã magnífica!
      Muitos pratos, mas com “cavalinho”: nem sempre aparecem por aqui… mas não são os meus favoritos – não sei como se chamam mas sabes a que me refiro, não sabes?

      Beijo,
      Ana

      • Boa noite,Ana !

        Já viste ? Esses alertas de mau tempo estragam a feira.
        Sei dos pratos ” cavalinhos ” – sem graça nenhuma ( feitos em Massarelos-Porto e depois em Sacavém ).
        Nada a ver com os “ratinhos ” .
        Deixa vir a primavera… e vou esperar pelos teus “alertas ” feirantes.
        Pode ser ?

        Um beijo,
        José

  8. que bonito! vou levar tudo 🙂

    um acontecimento é uma coisa mesmo grande. tchim tchim, brindo com vocês 🙂

  9. Tchim-tchim!
    🙂

  10. bem visto 🙂
    ps: eu diria que gostar de “uma mulher”, mais que um acontecimento, é o desafio 😉

  11. E eu que até então pensava que gostar de mulheres é como gostar de chuva ou de cães, mas não vou mudar de ideia agora. Não acho canalha não, acho gostoso gostar de mulheres que me fascinam porque mulher é bicho que fascina e eu gosto de Emily, Sylvia, Susan e Virginia. E tem a Cecília e Ana Cristina, rs

    bacio

    • Lunna, eu também gosto muito de muitas mulheres mas, como diz o José, gosto mesmo é de pessoas.
      Mas este gostar (do post) engloba um encontro de almas e de corpos.
      Nesse caso, acho que gostar de uma mulher (ou de um homem) é um acontecimento.
      É a minha opinião, tão válida como outra…
      Como sempre, as palavras da Lunna fazem-me pensar!
      Ainda bem!

      • Minha cara, acho que o amor é um acontecimento sempre. É bom se enxergar no olhar do outro. Se perder e se encontrar sendo outra. Então seja homem ou mulher – é algo que nos abarca. Eu gosto de muitas mulheres e, encontrei nelas esse meu fascínio pela palavra. Foi uma espécie de resposta, sabe? rs
        Eu sempre tenho que ir em várias direções, não tem jeito.
        bacio

      • Ainda bem, Lunna!
        Gosto muito de quem vai em várias direcções 🙂

        Beijo,
        Ana

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s