“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Cheesecake de abóbora com laranja

9 comentários

A última tentação cá de casa.

Deixámos a tarte baklava e ficámos nas 1000 variações do cheesecake da Mafalda.

Confissão: nunca sigo uma receita sem inventar; é uma característica que me afasta completamente da minha Mãe, tão rigorosa e precisa.

A minha Mãe mede ao grama os ingredientes e exaspera-se com as minhas invenções.

Eu, se medir ao grama, sinto-me infeliz…

Resultado: o cheesecake de maracujá da Mafalda chega à nossa mesa muito diferente da criação da Mafalda.

Aliás, eu nem tenho maracujás…

Experiência 1:

cheesecake abóbora paint

A minha receita:

1 pacote de bolachas digestivas, sem açúcar, esmagadas pela Beatriz, com 100 g de manteiga sem sal (amolecida);

2 colheres de sopa de água quente;

1 colher de sopa de gelatina em pó;

sumo de uma laranja;

250 g de queijo mascarpone;

1 iogurte natural;

150 g de açúcar fino

1- Forre a base de uma forma de tarte com papel vegetal.

2-Preencha-a com as bolachas trituradas, comprima e reserve no frigorífico.

3- Dissolva a gelatina em água quente.

4- Bata o queijo, o iogurte e o açúcar, até obter uma mistura cremosa.

5- Junte o sumo de laranja muito lentamente.

6- Adicione a gelatina.

7- Bata e coloque o preparado na forma.

8-Depois de endurecer um pouco no frigorífico, decore com doce de abóbora com laranja Frasco de Memórias.

Os verdadeiros gulosos devem substituir o iogurte por 250ml de natas.

Anúncios

Autor: Frasco de Memórias

https://frascodememorias.wordpress.com

9 thoughts on “Cheesecake de abóbora com laranja

  1. Olá Ana
    Compreendo-te muito bem, também eu tenho muita dificuldade em seguir linearmente as receitas. Porém, em doçaria tento ser rigorosa. Primeiro porque tenho pouco jeito para sobremesas, segundo porque, à semelhança do que que defendem os entendidos, também me parece que essa faceta da culinário é mais ciência do que criatividade!
    Um beijinho e parabéns pelo teu cheesecake de “maracujá” 😉
    Guida

    • Olá Guida,
      Eu de cientista tenho mesmo muito pouco; bem, talvez de cientista inventora, tipo Professor Pardal 😉
      A verdade é que muitas vezes tenho óptimas surpresas; outras nem por isso…
      Um abraço e espero que a recuperação esteja a ser rápida!
      Ana

  2. Ai Ana! Que aspecto maravilhoso! Vou experimentar e cobrir com um delicioso doce “Frasco de Memórias”! Beijinho

  3. e eu que estou a fugir de tentações, lá tenho que dar uso ao mascarpone que tenho no frigorífico, antes que perca a validade. que bom… beijinhos

  4. Um total e completo abuso essa guloseima. Respirando fundo no três… rs

  5. Olá, Ana !

    Que bom aspecto !
    Que fome !

    Beijo,
    José

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s