“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Promoção

10 comentários

Há um mês, lançámos uma promoção no Facebook que deu que falar e que me deu especial satisfação, porque vai ao encontro do que acredito:

-a partilha do que temos (de melhor e) excedentário;

-o regresso à tradição milenar da troca de sementes!

Oferecemos sementes de abóboras da D. Adélia a quem provou o Doce de Abóbora com Frutos Secos Nacionais ou Doce de Abóbora com Laranja e Especiarias!

Doce e sementes de abóbora

A problemática da livre circulação de sementes, bem de todos, foi abordada numa crónica de Miguel Esteves Cardoso.

Com o trabalho de Lanka Horstink, coordenadora da campanha pelas sementes livres em Portugal (que conheci através da agenda de Fernanda Botelho) fiquei especialmente sensível a esta questão.

Proibir a troca de sementes entre vizinhos é tão absurdo como proibir os empréstimos e os presentes entre pessoas que se estimam.

Claro que ainda é mais perigoso, porque o que se pretende, a longo prazo, é  a monopolização da circulação de sementes por duas ou três multinacionais.

Ou seja, a monopolização total da alimentação.

E o fim da diversidade dos alimentos tradicionais/nacionais.

As sementes são-nos emprestadas pelas flores, pelos frutos, pelos insectos, pelos pássaros.

Portanto, sempre que puder, vou partilhar com os meus amigos muitas sementes!

sementes de abóbora

Mesmo que às vezes possa parecer estranha:

-Pipas? Um saquinho de pipas?!

Anúncios

Autor: Frasco de Memórias

https://frascodememorias.wordpress.com

10 thoughts on “Promoção

  1. Que tristeza,nem tenho comentários para imbecilidades desta natureza! Vou só deixar votos de bom domingo! Beijinho. 🙂

  2. Tens toda a razão, Ana! Uma problemática muito presente e dissimulada dos nossos tempos. Sementes manipuladas geneticamente por algumas multinacionais, substituem as sementes dos nossos ecossistemas. Bonita iniciativa a tua! Beijinhos

    • Já reparaste nas placas que vão surgindo nos campos do Mondego?
      Fico sempre triste quando vejo os nossos campos invadidos…
      Um abraço!

  3. Boa tarde, Ana !

    Sempre a aprender !
    Nunca tinha ouvido falar de Lanka Horstink .
    E tb nada sabia, acerca da proibição da troca de sementes.
    É um vale tudo … $$$$$$$$$$…
    😦

    Beijo,
    José

    • Olá José!

      Soube com a crónica de Miguel Esteves Cardoso o que se estava a preparar.
      A partir daí, comecei a tentar saber mais acerca deste assunto.
      É mesmo “um vale tudo”, desde que dê $$$

      Um beijo,
      Ana

  4. Fico revoltada com esta tentativa de proibição. Até porque sei que nos Estados Unidos, esta proibição destruiu os pequenos agricultores por causa das patentes sobre as sementes. É uma vergonha. Ainda bem que por aqui se troca sempre que possível. 😉

    • Nos Estados Unidos, já conseguiram patentear algumas sementes.
      Lá as empresas são ainda mais agressivas do que na Europa e a opinião pública desconhece estas questões…
      Um abraço!
      Queremos um regresso rápido 🙂

  5. Já tinha ouvido rumores…algo muito perigoso e que acho que as pessoas ainda não tomaram consciência das implicações…
    E esta agora, chamam-se pipas as sementes de abóbora!? 😉 Que giro! Só as conhecias como pevides!
    Beijinhos

  6. Se estivermos todos atentos, não passará de uma perigosa tentativa…
    Não sei se é a nova geração ou se é regional, mas tenho ouvido chamar pipas às sementes das minha abóboras 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s