“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Portugal in Alta

13 comentários

Apesar da pausa informática, foi um Verão repleto de novidades.

Desde que o Frasco de Memórias nasceu, sempre desejei que estivesse presente em três locais: Coimbra, Lisboa e Alentejo.

Coimbra e Alentejo por motivos afectivos e Lisboa por razões estratégicas.

Começámos pelos afectos.

Estamos na nova loja Portugal in Alta, no mítico Quebra-Costas de Coimbra.

vitrine Portugal In Alta

Aconteceu.

A Andreia é tão positiva que nos conquista imediatamente com um sorriso aberto.

E eu acreditei totalmente nela e ela confiou em mim.

Portugal in Alta vitrine

E foi assim que os Frascos de Memórias saíram do Alentejo e estão disponíveis na minha Coimbra do coração.

Frascos de Memórias Portugal in Alta

Ali, naquelas escadas que eu subi tantas vezes, perto da Sé onde eu ouvi a minha primeira Serenata e na cidade onde eu me apaixonei pela Literatura e fiz amigos para a vida: de papel e de corpo e alma.

Por todos estes motivos e também por estarem tão bem rodeados, os Frascos de Memórias justificam uma visita ao Portugal in Alta.

Portugal in Alta

Visitem-nos e mandem-lhes saudades minhas!

 

Anúncios

Autor: Frasco de Memórias

https://frascodememorias.wordpress.com

13 thoughts on “Portugal in Alta

  1. conheço a loja. agora vou lá e faço-me freguesa dos “frascos de memórias” darei conta, assim que lá for passar o fim de semana. beijinhos e felicidades! 🙂

  2. Boa noite , Ana.
    Muito engraçado ! A crescer ! A ramificar !
    Agora só falta Lisboa .
    Achei divertido e bem planeado os locais escolhidos !
    Estou “a ver” que não brincas em serviço . 😉
    Muita sorte !
    Um beijo,
    José

  3. Ana,

    Quando for a Coimbra – é certinho !
    O meu avô materno e bisavós eram de Coimbra.
    Bisavô- António Augusto Gonçalves

    António Augusto Gonçalves, (Coimbra, 1848 – 1932), fundou a Escola Livre das Artes do Desenho de Coimbra. Foi conservador do Museu de Arte Industrial, reorganizou o Museu de Antiguidades do Instituto de Coimbra e fundou o Museu Machado de Castro, que inaugurou em 1913, do qual foi Director até 1929.

    Vê Pág 29 –
    http://hemerotecadigital.cm-lisboa.pt/OBRAS/IlustracaoPort/1906/N33/N33_master/N33.pdf

    Costela Coimbrã !

    • Olá José,
      não sabia dessa ligação a Coimbra.
      Curiosamente, tenho encontrado, aqui no Alentejo, também algumas pessoas (com quem tenho uma ligação imediata) e que estudaram/viveram/nasceram em Coimbra.
      Há qualquer coisa nesta cidade que nos fica marcado 🙂

      No teu caso é um orgulho ter um bisavô assim!
      E a costela está lá 😉

      Gostei muito das ilustrações – são para guardar!

      Um abraço!

      Ana

  4. Uh! Parabéns!!! Muito interessante esta loja, já anotei para quando for passear lá!
    Beijinhos

  5. Boa novidade! Parabéns!!! Tenho de ir visitar! Beijinho

  6. Que ótimo, parabéns, desejo muito sucesso! Infelizmente, por enquanto ficarei devendo a visita…

  7. Pingback: Casa Bonacho |

  8. Quando for a Coimbra passo por lá. Que bom, produtos nossos, a cheirar a Portugal. Adoro!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s