“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

21 dias

6 comentários

Chegou ao fim o desafio!

Ou talvez seja só o princípio…

Portei-me melhor nos primeiros dez dias: toda cumpridora e a anunciar solenemente ao mundo que estava num desafio muito importante.

Depois, tudo se complicou: duas feiras deliciosas e a minha determinação sempre a ser testada.

De facto,  retirar totalmente o açúcar da nossa vida é difícil, obriga-nos a uma dieta muito restritiva e tudo o que nos rodeia está sempre a testar-nos:

O que fazer quando nos caem Oreos no colo?

O que fazer quando estamos rodeados por guloseimas e pela oportunidade de provarmos delícias invulgares?

O que fazer quando andamos num stress feliz a fazer granolas, bolachas e compotas, na cozinha, horas a fio?

Bem, lá fui prevaricando…

O que ficou:

agudizou-se a minha consciência – penso que automatizei a necessidade de ler rótulos assim como a devida pausa antes de devorar uma doçura.

Continua a minha irracionalidade perante os terríveis Oreos que me caem no colo!

Anúncios

Autor: Frasco de Memórias

https://frascodememorias.wordpress.com

6 thoughts on “21 dias

  1. É muito difícil contornar a presença do açucar nas nossas vidas, senão mesmo impossível …
    Tenho tentado encontrar alternativas para o uso do açucar refinado mas os mais saudáveis são difíceis de encontrar e quando os encontramos vendem-se em quantidades relativamente pequenas e três vezes ( ou mais) mais caras!
    Tenho tentado controlar a minha compulsão para comer doces mas uma das coisas que mais gosto de fazer é um bolo com as minhas filhas ao fim de semana … bem sabemos que a comida além de saciar a barriga sacia acima de tudo o espírito, é algo profundamente emocional … e é muito difícil encontrar um equilíbrio …
    Que substitutos costumas usar?

    • Olá Dulce!

      Pois, o conforto emocional é que me complica 😉
      Vou tentando adoçar com mel, banana e açúcar mascavado.
      Por vezes opto por stevia.
      No caso dos bolos, também utilizo farinha integral, sementes, flocos moídos, pois sempre compensa o mal do açúcar.

      Um abraço,
      Ana

  2. É difícil mesmo. Aqui em casa, já faz anos que usamos somente adoçante. Mas, quem consegue resistir a um bolo com café no fim da tarde, um doce após o almoço, um sorvete? Eu é que não rsrs Mas na medida do possível, tento comer moderadamente. A Dulce tem razão ao dizer que esses produtos são caros demais. Não dá para ficar só neles.

    • São caros, sim, Roseli.
      E eu também não sou um bom exemplo de auto-controlo…
      Mas em casa vou tentando compensar os disparates.

  3. É mesmo um desafio nos separarmos do açúcar! Costumo não ir nem tanto ao mar, nem tanto à terra, dou minhas escapadas e depois tento controlar mais um pouco…É duro demais ficar sem um chocolate naqueles dias em que nada parece ir bem! Beijo e ótimo fim de semana

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s