“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Para te manteres vivo

12 comentários

A Lunna “não perdeu o hábito de escrever missivas”.
Envia-me todos os Domingos um poema.
Lucky me!!!
                                                                                                                      .
Mudança de Estação
                                                                                                                      .
para te manteres vivo – todas as manhãs
arrumas a casa sacodes tapetes limpas o pó e
o mesmo fazes com a alma – puxas-lhe brilho
regas o coração e o grande feto verde-granulado
                                                                                                                     .
deixas o verão deslizar de mansinho
para o cobre luminoso do outono e
às primeiras chuvadas recomeças a escrever
como se em ti fertilizasses uma terra generosa
cansada de pousio – uma terra
necessitada de águas de sons de afectos para
intensificar o esplendor do teu firmamento
                                                                                                                   .
passa um bando de andorinhões rente à janela
sobrevoam o rosto que surge do mar – crepúsculo
donde se soltaram as abelhas incompreensíveis
da memória
                                                                                                                    .
luzeiros marinhos sobre a pele – peixes
que se enforcam com a corda de noctílucos
estendida nesta mudança de estação
                                                                                                                      .
al berto

Horto de Incêndio, 1997

.

mimicheers Manger                                                                                                                   .
Cheers!
Anúncios

Autor: Frasco de Memórias

https://frascodememorias.wordpress.com

12 thoughts on “Para te manteres vivo

  1. Lucky you!! Magnífico poema! Beijinhos

  2. Excelente. Boa semana, ou o que resta dela! 🙂

  3. Que sorte receber poemas tão lindos! Simplesmente maravilhoso. 🙂 Já ganhei o dia só por ler o poema. 😉

  4. Um sorriso de orelhas per te… imagina a sensação de olhar o reader e me encontrar aqui. Foi como ganhar um abraço. Bom chegar a você assim… bacio

  5. Belíssimo poema e com muita verdade! Beijo

  6. Pingback: Não perdi o hábito de escrever missivas, 10 | Catarina voltou a escrever,

  7. Pingback: Missiva do Brasil |

  8. Pingback: Não perdi o hábito de escrever missivas, 10 – Lunna Guedes

  9. Pingback: Um belo frasco de memórias… – Catarina voltou a escrever,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s