“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).


3 comentários

Apanhar

Está a chegar aquela altura do ano no Alentejo em que já não sei o que fazer ao calor que sinto no corpo e no pescoço.

Apetece rapar o cabelo e sentir uma brisa (ainda que não corra qualquer  brisa por aqui…) a refrescar a nuca.

Como a audácia por estes lados é apenas q.b., são bem vindos penteados que libertem o pescoço mas que não transmitam a ideia de desespero total.

mstreinta-apanhado

 

Do blog :Ms Treinta

E da  Taza.

Um chique desalinhado!

Ou a derreter… apenas desalinhada!

O lenço ou os ganchos, para quem não é minimalista (eu…), dão uma graça extra.

E o meio preso, apesar de não resolver o calor do pescoço, destapa a cara com estilo.

Bem… mãos à obra.

Também pode ficar muito giro num homem; este já é giro, é certo…

Este post está de uma profundidade…

Estival!

Anúncios