“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).


6 comentários

Lembranças

A Lunna desafiou-me a publicar 6 fotografias, subordinadas a um tema, no sexto dia de cada mês.

O tema de Junho é: Lembranças.

Fiquei perdida no tema.

O nome deste blog não é Frasco de Memórias por acaso:

acredito que nós somos construídos pelas memórias que acumulamos, refletimos e revivemos;

também me sinto totalmente responsável pelas memórias que a Beatriz guarda, sobretudo nestes primeiros anos de vida.

Este blog nasceu por esses dois motivos e porque quero apaziguar-me comigo e com o presente, registando o melhor dos dias.

Como se vê, as ideias pulverizam-me o pensamento…

O que são afinal lembranças, segundo o dicionário de língua portuguesa?

1. Lembrança: “Ato mental pelo qual a memória reproduz um facto passado”.

(A minha missão actual consiste em coleccionar belos factos para que os actos mentais da Beatriz sejam profundamente felizes.)

2. Lembrança: “Recordação”.

(Estas rugas ficarão, para sempre, marcadas nestes pezinhos e na minha “recordação”.)

3. Lembrança: “Apontamento para auxiliar a memória”.

(As fotografias são um dos meus “apontamentos” preferidos: esta tem 88 anos).

 

4. Lembrança: “Alvitre, ideia”.

(Um método, para não esquecer uma bela ideia encontrada, é registá-la: qualquer forma é válida.

Esta é de Afonso Cruz, do meu livro predilecto.).

5. Lembrança: “Presente, dádiva, geralmente de pouco valor”.

(Estes presentes são mesmo os que mais aprecio, cheios de afecto).

6. Lembrança: “Objecto vendido ou comprado para fazer lembrar algo ou alguém, geralmente um local”.

(Quando sou muito feliz num local, gosto de trazer alguma coisa que materialize esse momento e o encaminhe para minha casa: pode ser um ramo, uma flor, uma pedra, uma boneca – esta “lembrança” veio da minha primeira visita ao Talasnal com a Beatriz.).

Bacio, Lunna!