“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).


3 comentários

Simplicidade

Ontem, falava acerca do universo masculino e desta minha tendência recente de sentir-me cada vez melhor entre mulheres.

Se há um lado fútil em mim que só outra mulher compreende (e muitos outros aspectos profundos da vida, bem entendido),

admiro a sobriedade e o desprendimento que a maior parte dos homens adopta no seu vestuário.

É mesmo uma das características masculinas que muito admiro… eu, a Madame Rococó.

Excesso de padrões e bijuteria e cor desviam-me do essencial.

E eu sou facilmente desviada…

Sobriedade é uma palavra que soa a ser adulto, sensato, elegante, requintado e bem comportado.

Talvez já seja tempo de eu reunir algumas dessas belas características e me afastar dos enfeites e berloques.

É preocupante o que o exterior diz acerca do que nos vai na alma.

Quanto a mim, disperso-me muito e falta-me a visão de conjunto.

E como é importante focar!

Imagens muito sóbrias do Pinterest.