“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

O campo

5 comentários

Cada vez gosto mais do campo e de observar a vida das flores!

-Pois… apaixonaste-te por um alentejano.

(Nem todos os alentejanos têm herdades; há alguns mais citadinos do que um nova-iorquino.)

 

Cada vez me sinto mais feliz a mexer na terra e a ver as sementes a germinar!

-Foste viver para o Alentejo.

(O Alentejo não é constituído por montes; existem cidades – vivo no centro de uma delas, apenas com um pátio interior que eu vou fingindo que é uma horta…)

 

Os estereótipos sobre o nosso país são impressionantes… e sobre a vida no campo também.

Muitas vezes são imagens maravilhosas que nós gostamos de guardar na nossa imaginação e que as revistas, blogs e restantes órgãos de comunicação social alimentam.

A nossa casinha pequenina era no campo, no cimo da serra, e vivemos lá durante três anos.

Viver fora do centro da cidade é encantador: na Primavera, no Verão e no Outono.

 

O Inverno é, quase sempre, desconfortável e pouco acolhedor.

Às vezes, parecia que vivíamos num farol!

Nessa estação, o apartamento aquecido do meu Pai sempre me pareceu o ninho perfeito.

 

Entretanto, como já não vivo no campo há um ano, esqueço frequentemente o Inverno real e suspiro por estes Invernos de revista.

viver no campo

no quintal3vida no campo 2no quintal

vida no campo 1vida no campo 4

mimilouise[1]

cepes1[1]

As primeiras imagens são do blog DustJacket Attic.

As duas últimas imagens são do blog da fantástica (no campo ou na cidade) Mimi Thorisson.

 

 

 

Anúncios

Autor: Frasco de Memórias

https://frascodememorias.wordpress.com

5 thoughts on “O campo

  1. que lindos “invernos” boa semana! 🙂

  2. 🙂 Isso são imagens muito românticas. Quando vou à horta não ponho o meu melhor xaile. Mas se calhar devia.

    Acabo de transportar mais um carregamento de lenha para dentro de casa (a lareira é a única forma de a tornar habitável) e para isso usei o velho e roto casaco preto polar, tamanho XL, o mesmo que vai à horta e etc.
    O inverno no campo é duro. Os tapetes da entrada estão sempre carregados de areia, terra e lama que abunda a 20 cm da porta da rua. Sacudo-os diariamente, com uma pontualidade de funcionário público, e retiro sempre uma pá de lixo. Ou duas. Numa tentativa inconseguida de que se espalhe pelo resto da casa.
    Os fins de semana, quando há sol, aproximam-se do imaginário idílico dessas fotos. Mas só das 12h às 16h. Anseio pela primavera.

    PS – O mesmo calor que sai da lareira e que torna a casa habitável, despertou as formigas que habitam nas paredes, rodapés e chão (típico das velhas casas de campo). Desde Novembro que dedico a primeira meia hora da manhã à limpeza do “formigueiro”. Uiiii

    • Como eu te compreendo, Marta!
      Quando vivia no campo, os dias ensolarados eram idílicos… até às 16.ooh, mas as noites muito longas!
      E por mais que se sacuda há sempre pó e palhinhas pelo chão… e bichinhos…
      Também não ia com o meu melhor xaile para o quintal 🙂

  3. Delícia de fotos! Cada vez mais penso em me mandar para o campo, numa casinha próxima a alguma cachoeira, ou ir mesmo pra praia. Nunca tive a oportunidade de morar num lugar assim, acho que até por isso escolhi minha atual casa, onde tenho 3 pequenos jardins que me fazem muito feliz, de onde colho meus temperos e tenho a chance de ver as plantas se encherem de flores. Beijo!

  4. As fotografias são lindas, apetece viver numa casa no campo, sobretudo para quem como eu, vive num apartamento. Sinto falta de um pedacinho de terra onde plantar alguma horta ou simplesmente fazer um jardim. Gosto desse romantismo expresso nas imagens, as roupas quentes, as florestas verdes.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s