“Le souvenir est le parfum de l´âme” – (George Sand).

Correr por gosto…

22 comentários

Provérbios e axiomas.

Revelam as tradições de um povo… fazem parte do nosso património oral.

São interessantes do ponto de vista histórico, linguístico e sociológico, mas não gosto de usá-los.

Para mim, justificar um comportamento com um provérbio é, muitas vezes, sinal de preguiça mental e de conservadorismo.

E, mais importante,  geralmente nem concordo com eles.

 

“Quem não se sente não é filho de boa gente” justifica reacções lúcidas, mas também excessivas, mesmo quando se deve ser superior ao agressor.

“Quem os fez que os ature”: é tão feio que nem me merece comentários.

“Entre marido e mulher ninguém mete a colher”; outra pérola que justificou, durante séculos, situações arrepiantes.

“Quem corre por gosto, não se cansa”: revela uma falta de solidariedade enorme.

E é uma grande mentira: cansa e muito.

 

São as obrigações que me têm esgotado, mas também os prazeres.

 

Compromisso: para cumprir a partir de Agora.

 

1- Abrandar depois de jantar e dormir: respeitar a hora da Cinderela e sair de cena antes da meia-noite.

2- Reduzir a publicação de posts no blog para dois semanais e responder aos comentários apenas se tiver tempo: 1000 desculpas a todos os que tão generosamente comentam o que eu escrevo!

3- Ir ao ginásio durante a aula de ballet da Beatriz.

4- Beber apenas um café por dia, de preferência de manhã, para não provocar o sono entrecortado (adormecer bem, mas acordar de madrugada com uma insónia).

5- Fazer o que está ao meu alcance e não estar sempre a tentar ultrapassar os cem objectivos que estabeleço para o dia.

6- Parar, antes de tentar anestesiar a velocidade/o vazio/a insatisfação de não ter cumprido o louco plano do dia com açúcar.

 

Último: Pensar bem de que cor quero pintar a minha tela.

Neste momento, a velocidade é tanta que só se vê uma confusão de cores.

A vida é uma tela 2

Esta fotografia está a tapar uma  montra de uma loja de um Centro Comercial abandonado na Figueira da Foz.

Sempre que por lá passo acho que quem a fez tem um dom: conseguiu colocar beleza num local desolado e assustador e apazigua o olhar de quem passa.

 

 

Anúncios

Autor: Frasco de Memórias

https://frascodememorias.wordpress.com

22 thoughts on “Correr por gosto…

  1. Tudo levado ao extremo é errado. Mas de uma forma geral a maioria são verdade. Eu gosto de ler, é algo que não me cansa. Se me dissessem que só poderia ler de x a y horas e que teria de ler esse tempo seguido já não iria gostar. Torna-se mais agradável e menos cansativo fazer as coisas que gostamos do que aquelas que são de contra vontade. Se eu for passar a ferro e até gostar, vai ser mais fácil para mim do que para ti. Entre marido e mulher não se mete a colher. Uma coisa é quando há algum género de abuso. Mas se há coisa que me irrita são aquelas pessoas que dão opiniões sobre a minha relação. E nesse sentido concordo com o ditado. E permite-me que partilhe uma história minha: eu chatiei-me com o meu namorado e não fui sair com ele e com o nosso grupo de amigos porque não quis criar conflito, e depois um amigo nosso veio mandar dicas para cima de mim “ah devias ter mais paciencia, devias pensar no que fazes, e isto e aquilo”. E acho super errado porque ele não sabe o que aconteceu – ou sabe metade da história – portanto não tem que comentar, que foi o que lhe disse.
    Em regra geral concordo com a maioria…mas claro em casos extremos é que passam a ser mentira.

  2. Olá, Ana !

    …” responder aos comentários apenas se tiver tempo “…

    Acabaram os #s !
    😦

    Um beijo,
    José

    • Não, não acabaram, mas se houver algum dia em que não haja esta troca epistolar… não nos vamos zangar com isso 😉
      Combinado?
      Um abraço, José!
      Ana

  3. Ana,

    Combinado ! 😉

    … “Apanha com o cajado, quem se mete
    onde não é chamado “… 😉

    Estou a brincar ! Já me ri !

    Beijo,
    José

  4. Adorei a pintura…sem duvida que com imaginação se pode embelezar o feio.
    Beijinhos

  5. Bons compromissos!! Espero que consigas alcançar todos esses pontos e momentos deliciosos! 🙂 Beijinho grande

  6. Tentando.
    Com determinação (quase) todos os dias…
    Beijinhos

  7. É isso aí, Ana, bom quando a gente coloca a nossa ordem na vida. Tô na torcida para que siga tudo bem! Beijo

  8. As vezes é necessário abrandar e estabelecer prioridades. Ajuda a resgatar o sentimento de controlo equilibrado sobre a nossa vida. 😉

  9. Às vezes devemos escutar bem o que o nosso corpo e mente nos dizem, porque invariavelmente ambos têm razões para pedir para abrandar.

    Por isso abranda, já tens um bom plano inicial. E quando deres por ti vais pensar porque raio não fazia isto antes…

    Beijinhos

  10. Pingback: Frases feitas |

  11. Pingback: Life is an adventure |

  12. Pingback: A missão |

  13. Pingback: Love isn´t hard (ou não é Amor) |

  14. Pingback: Lie down |

  15. Pingback: Shine |

  16. Pingback: Old Friend |

  17. Pingback: Kiss |

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s